Notícias » Personagem

Papa condena práticas do aborto e da 'eutanásia encoberta' de idosos: "Somos vítimas da cultura de descarte"

O pontífice realizou as declarações durante sessão plenária da Pontifícia Academia para a Vida

Redação Publicado em 28/09/2021, às 09h47

Papa Francisco
Papa Francisco - Getty Images

Na última segunda-feira, 27, o papa Francisco condenou direto do Vaticano as práticas do aborto e também do que chamou de "eutanásia encoberta" de pessoas mais velhas, que ocorre quando estes recebem remédios em menor quantidade em razão do alto custo. As informações são da EFE.

As declarações foram realizadas durante sessão plenária da Pontifícia Academia para a Vida.

"Somos vítimas da cultura do descarte", afirmou o religioso na ocasião. "Há o desperdício de crianças que não queremos receber, com esta lei do aborto que as envia ao remetente e as mata diretamente". E hoje isto se tornou uma forma normal, uma prática muito feia e que é, realmente, assassinato", acrescentou.

O líder da Igreja Católica chegou a lamentar que crianças e idosos sejam tratados como meros "materiais descartáveis" na sociedade atual. "Tenhamos cuidado com essa cultura. Não é um problema de uma lei ou outra, é um problema de descarte", afirmou Francisco.

O papa pediu, no fim, que acadêmicos, universidades e hospitais católicos considerassem sua fala e não seguissem o "caminho do desperdício".