Notícias » Personagem

Papa critica substituição de filhos por animais de estimação: 'Forma de egoísmo'

O Santo Padre se incomodou recentemente com a questão

Redação Publicado em 05/01/2022, às 13h06

Papa Francisco
Papa Francisco - Getty Images

O papa Francisco tratou sobre os temas da paternidade e da adoção durante discurso realizado na audiência geral no Vaticano nesta quarta-feira, 5.

No entanto, lamentou o fato de algumas pessoas optarem por não ter filhos e os substituírem por animais de estimação.

"Hoje vemos uma forma de egoísmo. Vemos que alguns não querem ter filhos. Às vezes têm um (...) mas têm cães e gatos que ocupam esse lugar", disse o líder da Igreja, que se encontrava na sala Paulo VI.

Na ocasião, o pontífice pediu às instituições que facilitem os processos de adoção, para que, desta forma, realizem os sonhos tanto das crianças que precisam de uma família quanto dos casais que desejam adotá-las. As informações são da agência de notícias AFP.

"A negação da paternidade e da maternidade nos diminui, tira nossa humanidade, a civilização envelhece", afirmou Francisco, que criticou o chamado "inverno demográfico" e a "dramática queda na taxa de natalidade", que tem sido registrada em muitos países ocidentais.

"Ter um filho é sempre um risco, seja natural, ou adotado. Mas mais arriscado é não ter. Mais arriscado é negar a paternidade, negar a maternidade, seja ela real, ou espiritual", considerou o papa.