Notícias » Religião

Papa leva invertida da Igreja Ortodoxa Russa após críticas à Kirill russo

Líder da Igreja católica se encontrou recentemente com Patriarca de Moscou e Toda a Rússia

Fabio Previdelli Publicado em 04/05/2022, às 16h12

O Papa Francisco
O Papa Francisco - Getty Images

Nesta quarta-feira, 4, a Igreja Ortodoxa Russa criticou o papa Francisco pela forma como ele se referiu ao líder cristão Kirill — bispo ortodoxo russo e Patriarca de Moscou e Toda a Rússia.

Em entrevista ao periódico italiano Corriere Della Sera, o pontífice declarou que o Kirill “não pode se tornar o coroinha do [presidente russo Vladimir] Putin”. A fala se deu pelo fato do bispo ter manifestado apoio à invasão à Ucrânia.

Conforme repercutido pela Reuters, a Igreja Ortodoxa Russa lamentou o tom adotado pelo líder da Igreja Católica, ainda mais pelo fato dele ter se reunido com o Kirill recentemente — há cerca de um mês e meio. 

O papa Francisco escolheu um tom incorreto para transmitir o conteúdo desta conversa", declarou o Patriarcado de Moscou, sem citar diretamente o comentário com o uso da palavra “coroinha”. 

"Tais declarações não devem contribuir para o estabelecimento de um diálogo construtivo entre as Igrejas Católica Romana e Ortodoxa Russa, que é especialmente necessário no momento”, completou. 

O Kirill 

Bispo ortodoxo russo e Patriarca de Moscou e Toda a Rússia, o líder religioso Kirill, de 75 anos, é tido como um dos grandes aliados de Vladimir Putin. Segundo aponta a Reuters, o cristão vê a guerra como um ‘baluarte contra o Ocidente’ — que ele considera decadente, principalmente pela aceitação de casais homossexuais.