Notícias » Mundo

Para 2021, ONU prevê maior crise humanitária no planeta desde Segunda Guerra

De acordo com a instituição, o valor da operação de resgate deverá ultrapassar 35 bilhões de dólares para alimentação e abrigos

Wallacy Ferrari Publicado em 01/12/2020, às 12h11

Imagem ilustrativa de ajuda humanitária
Imagem ilustrativa de ajuda humanitária - Pixabay

A Organização das Nações Unidas divulgou um balanço prevendo uma dura crise humanitária em 2021; de acordo com a instituição, a probabilidade de chegada da vacina contra a covid-19 para a parcela mais rica do planeta é maior do que a de pessoas menos favorecidas, acarretando em uma espera de meses ou até anos para a imunização.

Conforme noticiado pelo UOL, o impacto social decorrente desse atraso atingirá aproximadamente 25 milhões de pessoas, exigindo um esforço financeiro e manual inédito desde o fim da Segunda Guerra Mundial — quando a organização foi fundada.

A estimativa da ONU para a operação de resgate ultrapassa o valor de US$ 35 bilhões para combater a desnutrição em países de extrema pobreza, como o Iêmen, Haiti e Venezuela.

Buscando executar uma missão para dar abrigo e comida para 160 milhões de pessoas, a nota da ONU descreve, em âmbito comparativo, a dimensão da crise: "Se todos aqueles que precisarem de ajuda humanitária no próximo ano vivessem num país, seria a quinta maior nação do mundo, com uma população de 235 milhões de habitantes".