Notícias » Ucrânia

Para presidente ucraniano, negociações com Rússia são ‘difíceis’ e ‘conflituosas’

Volodymyr Zelensky declarou que ‘estamos continuando a trabalhar em níveis diferentes para encorajar a Rússia a se mover na direção da paz’

Redação Publicado em 23/03/2022, às 11h09

Volodymyr Zelensky, presidente ucraniano
Volodymyr Zelensky, presidente ucraniano - Getty Images

O presidente da Ucrânia Volodymyr Zelensky deu detalhes sobre as negociações feitas pelas autoridades do país com o governo russo de Vladimir Putin com objetivo de encerrar a guerra que já dura um mês.

Em um discurso feito por vídeo, o líder ucraniano afirmou que as conversas com a Rússia são difíceis e por vezes “conflituosas”, confessando que, embora o contato seja regular, um acordo provavelmente está distante segundo o ponto de vista de ambos os lados.

“Estamos continuando a trabalhar em níveis diferentes para encorajar a Rússia a se mover na direção da paz. Representantes da Ucrânia estão participando de conversas sendo realizadas virtualmente todos os dias”, disse Zelensky.

“É muito difícil, às vezes conflituoso”, acrescentou o presidente da Ucrânia, conforme relatou a agência de notícias Reuters. “Mas passo a passo, estamos avançando.”

Ele também falou sobre a situação das pessoas vivendo na cidade sitiada de Mariupol, que estariam em um contexto precário de condições desumanas sem comida, água ou remédios. O político também acusou o russo de ataques ao local, em uma tentativa de impedir a retirada de civis.

“Até o momento, há cerca de 100 mil pessoas na cidade sob condições desumanas, completamente bloqueadas, sem comida, água, sem remédios, sujeitas a constante bombardeio”, completou.