Notícias » Estados Unidos

Parque da Flórida fecha parcialmente após acasalamento de cobras

Os visitantes do parque se sentiram ameaçados pela presença dos répteis no parque, que estavam fornicando em grupos

Caio Tortamano Publicado em 21/02/2020, às 08h00

Cobra d'água da Flórida, espécie encontrada nas orgias
Cobra d'água da Flórida, espécie encontrada nas orgias - Wikimedia Commons

A época de acasalamento das cobras de água da Flórida pode ser facilmente percebida pelos frequentadores do parque do Lago Hollingsworth, na Flórida. Diversos moradores da área começaram a denunciar uma ocorrência maior do que o comum dos animais nos arredores do lago.

A área foi cercada para que humanos não entrassem em contato com os vários répteis que se procriavam simultaneamente. Essa medida deve durar somente durante o pico de acasalamento dessas espécies, já que não são animais venenosos e não costumam atacar se não forem incomodados.

As raízes das árvores do parque foram escolhidas pelo grupo de cobras para serem seus ninhos de amor, chamando atenção de outras espécies, como o mocassim d’água. Essa, sim, merece atenção especial por ser extremamente venenosa.

O departamento responsável pela manutenção do parque afirmou que não existem motivos para maior alarde, e que as cobras devem se dispersar a partir do momento que o acasalamento acabar. “Eles são uma parte importante do ecossistema, e não devem ser incomodados”, concluiu a instituição.