Notícias » ChinaPartido Comunista

Partido Comunista da China completa 100 anos com grande evento

Celebração reuniu milhares de pessoas na Praça Tiananmen, em Pequim nesta quinta, 01

Fabio Previdelli Publicado em 01/07/2021, às 15h16 - Atualizado às 15h16

Pessoas reunidas em Pequim para celebras os 100 anos do Partido Comunista da China
Pessoas reunidas em Pequim para celebras os 100 anos do Partido Comunista da China - Getty Images

Na manhã de hoje, 1, quinta-feira, milhares de chineses se reuniram nas ruas de Pequim, na Praça Tiananmen, para celebrarem os 100 anos do Partido Comunista da China — que comanda o país desde 1949. As informações são do G1. 

A comemoração, que foi uma mescla de apresentações musicais e parada militar, ocorreu em frente a uma imensa foto do ex-presidente Mao Tsé-Tung — lugar que ficou marcado quando um homem bateu de frente com um tanque do Exército, como recorda matéria publicada pela equipe do site do Aventuras na História.  

Xi Jinping logo acima de enorme foto de Mao/ Crédito: Getty Images

 

Em pronunciamento oficial, Xi Jinping, atual presidente e Secretário-Geral do Partido Comunista da China, declarou que a ascensão do país é "irreversível". Ao recordar que sua nação já foi colonizada, disse que "o tempo em que o povo chinês podia ser pisoteado e oprimido acabou para sempre", reafirmando o status de potência mundial da China.  

"O Partido Comunista e o povo chinês declaram solenemente ao mundo o seguinte: o povo chinês se ergueu", declarou Jinping diante das milhares de pessoas reunidas no local. "O grande renascimento da nação chinesa entrou em um processo histórico irreversível", completou ao comemorar que milhões de chineses saíram da pobreza. 

"O povo chinês não permitirá nunca que forças estrangeiras o intimidem e o oprimam. Quem tentar, corre o risco de ser aniquilado diante de uma Grande Muralha de aço construída por 1,4 bilhão de chineses", declarou. 

Jinping durante discurso para milhares de chineses/ Crédito: Getty Images

 

Xi também afirmou que o Partido possui uma preocupação com o futuro da humanidade, dizendo que os chineses sempre buscam seguir "com todas as forças progressistas ao redor do mundo", cuja a intenção é preservar a paz e a ordem global.