Notícias » Grécia

Partido neonazista da Grécia é condenado como organização criminosa

O movimento estava envolvido em assassinatos e ataques contra imigrantes e opositores políticos

Giovanna de Matteo Publicado em 07/10/2020, às 10h29

Membros da Golden Dawn seguram bandeiras com o símbolo do partido em comício de março de 2015
Membros da Golden Dawn seguram bandeiras com o símbolo do partido em comício de março de 2015 - Wikimedia Commons

O líder do Greece Golden Dawn, Nikos Michaloliakos, e mais seis colegas do partido foram considerados culpados por organizarem um grupo criminoso. Os restantes dos membros foram condenados por serem complacentes e participarem do movimento neonazista. As informações são da BBC News.

Multidões de pessoas carregando cartazes que diziam "o medo não vai ganhar" e "nazistas na prisão", se reuniram em frente ao tribunal para celebrar a decisão dos juízes, que condenou 68 réus. A manifestação pedia por penas de prisão aos colaboradores do partido.

O inquérito criminal investigou a ação teve início após o assassinato de um rapper antifascista em 2013. O apoiador do grupo, Giorgos Roupakias, foi condenado pelo crime.

O Golden Dawn transformou-se no terceiro maior partido da Grécia durante a crise financeira. O movimento estava envolvido em assassinatos, ataques contra imigrantes e opositores políticos, e na criação de uma organização paramilitar para atos fascistas e de violência.

A professora Daphne Halikiopoulou, especialista no partido de extrema-direita, disse que o grupo se formou com apoio local e popular e que "focalizou áreas onde sabia que poderia construir uma boa presença e expandiu sua organização significativamente.”