Notícias » Brasil

Passageira se revolta após ser ‘obrigada’ a ceder lugar em ônibus para tonel com sêmen de boi

Caso aconteceu antes de uma viagem que partiu da Rodoviária de Goiânia

Fabio Previdelli Publicado em 01/11/2021, às 10h17

Tonéis com sêmen de boi que ocuparam assento em ônibus
Tonéis com sêmen de boi que ocuparam assento em ônibus - Divulgação/ Arquivo Pessoal

Na noite da última quarta-feira, 27, a dona de casa Mirna Dias de Almeida Cruz, de 50 anos, viveu uma situação um tanto quanto constrangedora ao embarcar em uma viagem de ônibus na Rodoviária de Goiânia. 

Segundo explica seu filho, Wedher Valeriano, de 23 anos, a mulher viajaria até Palmas depois de estar presente no velório e enterro de seu pai — o trajeto dura cerca de 12 horas. Por medo de assédio e para ter um melhor conforto, Mirna acabou comprando uma passagem para um assento de leito, mas se viu obrigada a viajar em outro lugar.

Isso porque, segundo explica matéria publicada pelo G1, o assento que ela comprou foi ocupado por tonéis que carregavam sêmen de boi. Valeriano conta que diversos passageiros foram remanejados para poltronas comuns após a carga ser colocada no veículo

Muito mal educada, ela [responsável pela empresa] disse que os tonéis eram de sêmen de boi e valiam milhões [de reais] e que tinham que ir para Palmas, que ou as pessoas iam lá em cima ou remarcavam a passagem”, conta ao G1.

Com a situação, os passageiros chegaram a acionar a Polícia Militar em busca de auxílio, mas o episódio não foi resolvido da maneira que desejavam, já que eles acabaram realocados. Valeriano disse que a mãe chegou bem ao seu destino apesar do desconforto, mas muito inconformada com a situação.