Notícias » Brasil

Pastor é preso após confessar ter relações com uma menina de 12 anos de idade

Caso no litoral paulista assustou testemunhas e vítima detalhou à polícia como era a relação

Redação Publicado em 27/04/2022, às 09h04

Distrito policial que o pastor foi preso
Distrito policial que o pastor foi preso - Redes Sociais/Divulgação

Em Itanhaém, no litoral norte de São Paulo, um pastor de 38 anos foi preso na última seguinda-feira, 25, após confessar manter relações sexuais com uma menina de 12 anos, que frequentava igreja evangélica no bairro Jardim Coronel. Segundo o homem, eles estavam se envolvendo há aproximadamente 2 meses.

Em registros obtidos pela equipe do portal G1, o caso chegou ao conhecimento da polícia por meio de testemunhas que o pastor revelou a relação com a menor de idade, que logo em seguida, apresentaram a denúncia ao 2º Distrito Policial da cidade.

A polícia informou que Luiz Alberto Pacífico tem uma esposa e uma filha. A família não sabia das ações do pastor.

A partir do relato registrado em ofício, a polícia foi na casa da família da vítima, que quando questionada aos lados dos pais, afirmou que tinha relações sem proteção com o líder religioso.

Segundo o investigador do caso, os dois tinham encontros nos fundos de uma casa em construção, que fica em frente à casa da vítima.

Confissões e consequências

Após a conversa com a polícia no lar da garota, testemunhas e o pastor foram encaminhados ao Distrito Policial, onde foi registrada a ocorrência.

O pastor de imediato não queria revelar que cometeu o crime, porém, após ser indagado e ver provas que comprovam o caso, admitiu manter relações amorosas com a menor de idade.

Após a confissão ser registrada, o caso foi encaminhado ao Ministério Público, que decidiu pela prisão imediata preventiva contra o homem de 38 anos de idade. Ele foi detido e encaminhado para a cadeia pública de Peruíbe, onde ficará até julgamento de pena.