Notícias » Brasil

Paula Fernandes confirma parceria em disco de Sérgio Reis: 'Decisão é absolutamente artística'

Diante das recentes declarações do cantor, todavia, artistas como Zé Ramalho e Maria Rita cancelaram sua presença no álbum

Pamela Malva Publicado em 24/08/2021, às 13h00

Fotografias de Paula Fernandes e de Sérgio Reis
Fotografias de Paula Fernandes e de Sérgio Reis - Getty Images/ Divulgação/ Antonio Cruz/ Agência Brasil via Wikimedia Commons

Em maio deste ano, Sérgio Reis anunciou que iria lançar um disco com diferentes parcerias. Depois das recentes declarações do cantor, contudo, muitos dos artistas convidados para a colaboração desistiram das gravações. De todos os cantores confirmados anteriormente, apenas a voz Paula Fernandes segue no álbum.

Acontece que, há alguns dias, falas antidemocráticas de Sérgio Reis vêm sendo divulgadas pela mídia e nas redes sociais. O cantor, inclusive, está sendo investigado pela Polícia Federal por incitação a atos violentos e que ameaçam a democracia.

Pensando nisso, cinco dos seis artistas então confirmados para o novo disco de Sérgio desistiram de sua participação. Segundo o G1, Anastácia, Maria Rita, Zé Ramalho, Guarabyra e Guilherme Arantes anunciaram a retirada de suas vozes do álbum.

Paula Fernandes, por outro lado, afirmou que continuará fazendo parte da produção. Em nota oficial enviada ao G1 nesta segunda-feira, 23, a cantora deixou claro que sua decisão foi “absolutamente artística”, recordando sua antiga parceria com Sérgio Reis.

"Paula foi convidada, pelo Sérgio Reis, a fazer parte do projeto dele no começo de 2021. Gravou voz da sua participação em estúdio (a distância) e enviou para a produção logo após o convite. Sim, Paula segue confirmada", anunciou sua equipe, inicialmente.

Em seguida, a cantora se pronunciou mais uma vez. “Paula Fernandes, quando iniciou sua carreira, convidou Sérgio Reis para participar de seu álbum 'Canções do Vento Sul' e gravaram juntos a música 'Sem Você'”, iniciou. “Em abril deste ano, a cantora foi convidada para participar do novo álbum de Sérgio Reis e colocou voz na canção.”

Paula tem uma enorme gratidão e respeito pela carreira musical de Sérgio Reis. Paula repudia compromissos firmados e cancelados, como já experimentou uma vez. A decisão é absolutamente artística, como sempre foram suas decisões musicais”, finalizou.

Outras desistências

Procurada pelo G1, a equipe de Anastácia, que iria interpretar a canção ‘Eu só quero um xodó’ com Sérgio, também confirmou a desistência da cantora. "Anastácia sempre teve admiração e respeito por Sérgio Reis e seu trabalho artístico. Mas também declinou de sua participação no projeto”, afirmaram os representantes da artista.

Guilherme Arantes, por sua vez, explicou o motivo de sua desistência. “Para mim, compositor, a gota d'água foi esse colega dizer que não é frouxo, que não é mulher. Para mim, essa expressão bastou. Chega. Não quero mais participar, e ponto final."

'Planeta água' [a faixa que ele cantaria] é uma ode ao espírito feminino da natureza, chave da alma brasileira”, narrou o cantor, em nota enviada ao G1. “A água é o elemento-símbolo do Brasil, elemento-chave da natureza feminina do universo. E é no feminino que está a força desse elemento da vida. Assim, e só por conta desse equívoco, ficou incompatível a canção com o intérprete.”

Enquanto Maria Rita anunciou que deixaria o projeto, mas não se pronunciou mais sobre o tema, Guarabyra emitiu uma nota oficial. "De Sérgio Reis, sempre tive enorme admiração pelo trabalho, bom gosto, extrema musicalidade. Mas me considero incompatível com seu posicionamento atual e infelizmente declino do convite", narrou.

Em seguida, o cantor ainda publicou outro posicionamento. “Tenho absoluto respeito pelo posicionamento político de quem quer que seja, e sempre prezei o debate leal e democrático”, explicou Guarabyra, a fim de justificar sua decisão.

Tenho, porém, absoluto desprezo por quem despreza o debate leal e democrático e ameaça a democracia com medidas autoritárias — a ponto de divulgar vídeo em que há inclusive menção a derramamento de sangue, se necessário for — independente de quem seja: músico, colega, ou não”, finalizou Guarabyra.

Por fim, além de anunciar a retirada da voz de Zé Ramalho do projeto, a equipe do cantor ainda afirmou que “a gravação [do dueto ‘Admirável gado novo’] perdeu o sentido e tanto o compositor quanto sua editora não autorizarão a utilização da obra”.