Notícias » Antiguidade

Pedra da antiga Babilônia é apreendida no Aeroporto de Londres Heathrow

Objeto datado do segundo milênio a.C. será devolvido ao Museu do Iraque, em Bagdá

Letícia Yazbek Publicado em 11/03/2019, às 14h15

None
- Museu Britânico

Uma pedra de cerca de 30 centímetros de comprimento, datada do segundo milênio a.C., foi apreendida no Aeroporto de Londres Heathrow, na Inglaterra, quando um importador não identificado tentava contrabandeá-la para o país.

A tentativa foi descoberta por um funcionário da Alfândega, que desconfiou da descrição vaga do objeto – “pedra esculpida para decoração doméstica” – e do valor de “300” atribuído a ele, sem precisar a qual moeda a quantia se referia.

As autoridades britânicas descobriram que a pedra havida sido trazida do Iraque. O objeto será devolvido ao Museu do Iraque, em Bagdá, em uma cerimônia que acontecerá no próximo dia 19 de março.

Segundo John Simpson, curador do Museu Britânico, em entrevista ao Guardian, o objeto é uma “peça com qualidade de museu”. Ele confirmou que trata-se de um dos poucos sobreviventes de um cudurru, estela geralmente arredondada utilizada para o registro de doação de terras no reino da Babilônia.

O cudurru apreendido pela Alfândega britânica refere-se a uma campanha militar e data do reinado de Nabucodonosor I, de 1127 a.C. a 1105 a.C.. Seu valor estimado é de centenas de milhares de euros.

“É um documento histórico, um documento primário para um episódio pouco conhecido da história da Mesopotâmia”, afirma Simpson.