Notícias » Reino Unido

Pedra usada em Stonehenge é roubada para decorar jardim

O curioso ato foi registrado por uma pessoa que passava no local. As imagens ajudaram nas investigações

Fabio Previdelli Publicado em 13/01/2020, às 10h46

Foto de Stonehenge
Foto de Stonehenge - Getty Images

Uma antiga pedra azul, do mesmo tipo da que foi usada para construir o mundialmente famoso monumento de Stonehenge, foi roubada de Preseli Hills, no País de Gales. A rocha foi empacotada e levada em um carro para uma casa há mais de 16 quilômetros do local, onde foi usada para decorar um jardim.

No dia 29 de dezembro, por volta das 15 horas do horário local, policiais da Dyfed-Powys receberam uma ligação informando o roubo. No entanto, o ato foi registrado por uma pessoa que passava pelo local, que rapidamente começou a filmar enquanto a pedra era desenterrada e colocada no carro.

Os policiais analisaram as imagens e identificaram a placa do carro, isso permitiu com que eles chegassem ao endereço dos ladrões. Ao chegarem à residência, na comunidade de Narberth, cerca de 16 quilômetros da colina de Preseli, eles identificaram a rocha no jardim da casa.

O homem responsável pelo roubo da pedra admitiu o crime e, em sua própria defesa, disse à polícia que não sabia que era ilegal removê-la. Como consequência, ele foi orientado sobre as leis do Reino Unido.

Apesar da prática ser recorrente, o inspetor Reuben Palin informou que é ilegal remover pedras azuis de sua área natural. “No passado, as pessoas queriam as ‘pedras azuis’ pelas propriedades espirituais e de cura que muitos acreditavam que ela possuía. Mas, neste caso, ela foi tomada para fins decorativos”.