Notícias » Estados Unidos

Pentágono anuncia nova unidade exclusiva para investigação de OVNIs

A agência de segurança americana tem realizado aberturas em arquivos secretos e não necessariamente se dedicará ao encontro de extraterrestres

Wallacy Ferrari Publicado em 17/08/2020, às 08h14

Sede do Pentágono em Washington, Estados Unidos
Sede do Pentágono em Washington, Estados Unidos - Pixabay

O Pentágono anunciou na última sexta-feira, 14, que está montando um novo setor, administrado pela Marinha dos Estados Unidos, que se esforçará para investigar unicamente os avistamentos de objetos voadores não identificados. Em comunicado público, o Departamento de Defesa norte-americano revelou a Força-Tarefa de Fenômenos Aéreos Não Identificados (UAPTF) e que a mesma pretende ser uma área de informações transparentes.

De acordo com a porta-voz do Pentágono, Susan Gough, a abertura do projeto visa "melhorar sua compreensão e obter informações sobre a natureza e as origens dos OVNIs". A unidade, no entanto, não está preocupada no encontro e captura de alienígenas ou outras criaturas extraterrestres, mas explicar fenômenos aéreos inconclusivos, como a presença de outros veículos ou equipamentos de voo sem origem localizada.

A sede do governo, em Washington, aprovou a medida pela preocupação em particular com a capacidade da espionagem do governo da China; de acordo com o portal Phys, há uma possibilidade dos objetos voadores de tratarem de drones ou meios aéreos de tecnologia chinesa.

Em junho, o Comitê de Inteligência do Senado dos EUA confirmou que a marinha do país possuía um departamento secreto para esse mesmo tipo de análises de “objetos voadores não identificados”, em um projeto de lei sobre financiamento das atividades de inteligência que citou a existência de uma “força-tarefa de OVNIs” dentro do governo americano.