Notícias » Brasil

“Perdeu o sentido”, diz Zé Ramalho sobre se retirar do projeto musical de Sérgio Reis

Em nota, o artista paraibano também proibiu a divulgação da gravação do dueto da canção ‘Admirável Gado Novo’

Penélope Coelho Publicado em 23/08/2021, às 09h35

Montagem de fotografia de Zé Ramalho e Sérgio Reis
Montagem de fotografia de Zé Ramalho e Sérgio Reis - Divulgação/Instagram/@zeramalho / Divulgação/Youtube/Regis Tadeu

De acordo com informações publicadas pelo jornal O Globo, no último sábado, 21, o cantor Zé Ramalho, de 71 anos, informou através de sua editora, Avôhai Music, que não autoriza a reprodução da gravação de sua canção ‘Admirável Gado Novo’ no novo álbum de Sérgio Reis.

Segundo revelado na reportagem, em 2019, os artistas gravaram um dueto da canção de lançada pela primeira vez em 1979.

De acordo com a equipe do cantor, atualmente, a gravação não faz mais sentido.

“Agora em 2021, a gravação perdeu o sentido e tanto o compositor quanto sua editora não autorizarão a utilização da obra”, informou o artista paraibano, em nota.

A decisão de Ramalho se deu após o envolvimento do cantor sertanejo de 81 anos em uma polêmica. Recentemente, áudio e vídeo vazados revelaram tentativas de Reis em organizar uma greve de caminhoneiros, para apoiar o presidente do país, Jair Bolsonaro, e protestar contra o Supremo Tribunal Federal.

Zé Ramalho não foi o único a recuar em parcerias com Sérgio Reis após a polêmica envolvendo o cantor.

Além dele, artistas como Guarabyra, Guilherme Arantes e Maria Rita também se retiraram do projeto musical do sertanejo.

Na última sexta-feira, 20, Sérgio foi alvo de uma operação de busca e apreensão da Polícia Federal autorizada pelo STF, que visa investigar possíveis crimes contra a democracia.