Notícias » Bilionário

Pescadores encontram âncora do navio Merchant Royal que afundou com tesouro de R$ 5,5 bilhões

Datado de 1641, é considerado um dos naufrágios mais valiosos da história

Redação Publicado em 11/03/2019, às 10h34

Merchant Royal
Merchant Royal - Cornwall Live/Divulgação

Pescadores ingleses encontraram na costa do Reino Unido uma âncora que corresponde à usada pelo histórico navio Royal Merchant.

Considerado o 'El Dorado' dos mares, a embarcação afundou em 1641 na Land's End, na Cornualha, com uma fortuna estimada em £ 1,1 bilhão (cerca de R$ 5,5 bilhões). A bordo estava uma coleção com 45 toneladas de ouro, 400 barras de prata mexicana e 500 mil 'pedaços de ouro' (dólares espanhois).

Especialistas confirmaram ao DailyMail que a âncora trazida pela rede da embarcação de pesca Spirited Lady, a 32 quilômetros da costa marítima, corresponde à usada no Royal Merchant.

"É uma âncora de longas hastes com estampa almirantada, o tipo certo para o Merchant Royal. Pelo que vejo nas fotos é o mesmo desenho usado no século XVII e não há estoque - uma marcação gravada em uma âncora. Se tivesse um estoque, então não seria o Royal Merchan, porque eles não o possuíam até cem anos depois que afundou", explicou Mark Milburn, co-fundador da Cornwall Maritime Archaeology ao DailyMail.

Agora, uma equipe de Arqueologia Marítima da Cornualha está procurando um local para armazenar a âncora a fim de protegê-la contra danos e estudá-la com precisão para determinar sua idade exata. 

Pescador posa ao lado de âncora do navio Merchant Royal (SWNS)

 

BUSCA PELO TESOURO BILIONÁRIO

Mergulhadores devem, a partir de agora, iniciar as buscas pelo tesouro bilionário avaliado em R$ 5,5 bilhões no fundo mar. Mas não será uma tarefa fácil, uma vez que a profundidade marítima chega a 300 pés (cerca de 91 metros).

"São poucas as pessoas qualificadas para mergulhar tão fundo.  É um mergulho sério. É preciso muito do equipamento certo e a maioria dos mergulhadores sabe disso. Você precisa ser um mergulhador experiente e não há nem 1% dos mergulhadores que poderiam realizá-lo", completou Mark Milburn.

Caso um mergulhador muito sortudo encontre a fortuna perdida em um dos naufrágios mais valiosos de todos os tempos, deverá notificar o legista local dentro de 14 dias, sob a Lei do Tesouro de 1996.

Âncora do navio Merchant Royal (SWNS)