Notícias » Brasil

Pesquisa do Datafolha aponta que popularidade de Bolsonaro subiu

Segundo dados coletados, 47% da população não culpa as ações do presidente pelos 100 mil mortos por Coronavírus no Brasil

Ingredi Brunato Publicado em 15/08/2020, às 14h00

Presidente Jair Bolsonaro durante discurso oficial
Presidente Jair Bolsonaro durante discurso oficial - Wikimedia Commons

O instituto de pesquisa publicou, no final da noite de sexta-feira, 14, os resultados da pesquisa feita entre 11 e 12 de agosto, que contou com a participação por telefone de 2.064 brasileiros. Os dados mostram uma melhora na taxa de aprovação do presidente Jair Bolsonaro, de 32% na pesquisa feita em junho, para 37% agora em agosto. 

A margem de erro é de dois pontos percentuais, e vale mencionar que esse nível de aprovação é o maior já registrado desde o início do mandato de Bolsonaro. Simultaneamente, ocorreu uma queda na rejeição do presidente, diminuindo de 44% pra 34% os que consideram seu governo “ruim” ou “péssimo”. 

Em junho, os resultados de aprovação de Bolsonaro haviam alcançado seu ponto mais baixo, acompanhados da maior taxa de rejeição, e especula-se que a mudança abrupta possa ter a ver com prisão de Fabrício Queiroz ou então com o avanço do auxílio emergencial para as famílias necessitadas.

O Datafolha também fez diversas perguntas com relação à administração da crise do coronavírus pelo presidente, descobrindo que somente 11% da população o considera como o principal culpado pelos 100 mil mortos pela pandemia. Em contrapartida, 47% dos entrevistados consideram o presidente isento de culpa. Já a resposta de “um dos culpados, mas não o principal” foi dada por 41% das pessoas.