Notícias » Arqueologia

Deserto indiano do Thar possuía um rio durante Idade da Pedra, diz estudo

A descoberta desse rio impactaria a maneira como vemos os padrões migratórios das populações do período

Ingredi Brunato Publicado em 20/10/2020, às 08h00

Fotografia mostrando região do deserto onde cientistas acreditam que havia rio.
Fotografia mostrando região do deserto onde cientistas acreditam que havia rio. - Divulgação/ J. Blinkhorn

Um novo artigo publicado na Quaternary Science Reviews relata a descoberta de sedimentos antigos identificados como pertencentes a um rio no deserto central de Thar, na Índia

São evidências de que haveria água fluindo no local no passado, e, segundo interpretado pelos cientistas, esse rio teria desaparecido e reaparecido ao longo dos anos, surgindo pela primeira vez há cerca de 173 mil anos.

Ele aparecia durante as chuvas de monções, que também fariam o deserto ser coberto com uma vegetação exuberante, e desaparecia durante secas prolongadas. Segundo os pesquisadores, a presença de água na região poderia ter influenciado também a criação de um corredor migratório

Mapa mostrando por onde passaria o rio. Crédito: Divulgação/ J. Blinkhorn

 

"O deserto de Thar tem uma rica pré-história e temos descoberto uma ampla gama de evidências que mostram como as populações da Idade da Pedra não apenas sobreviveram, mas prosperaram nessas paisagens semiáridas", comentou Jimbob Blinkhorn, do Instituto Max Planck para a Ciência da História Humana, que esteve envolvido na pesquisa. 

Essas descobertas recentes mudam o que se pensava anteriormente sobre essa zona da Índia, que está inclusa no cinturão desértico, onde também se encontram o deserto do Saara, por exemplo. Cientistas do passado encaravam essa região como inóspita, entretanto, evidências como essas mostram que os primeiros humanos poderiam ter vivido na região.