Notícias » Entretenimento

Pesquisador da USP cria o primeiro game de arqueologia do Brasil

O jogo tem o intuito de mergulhar os usuários no universo das histórias da Era Medieval

Giovanna de Matteo Publicado em 18/08/2020, às 09h10

Jogo "Triunfos de Tarlac"
Jogo "Triunfos de Tarlac" - Triunfos de Tarlac/Divulgação

Segundo o Jornal da USP, os Triunfos de Tarlac, jogo de tabuleiro e estratégia, desenvolvido pelo pesquisador Vinicius Marino Carvalho, do Laboratório de Estudos Medievais (Leme), em parceria com o Grupo de Pesquisa Arise (Arqueologia Interativa e Simulações Eletrônicas) da USP, foi inspirado em um manuscrito cujo título em irlandês é “Caithréim Thoirdhealbhaigh”, que em português significa “Os Feitos de Combate”, ou “Triunfos de Tarlac”.

O game se passa durante o reino de Tarlac, o Rei de Thomond, que ocupava a costa oeste da Irlanda, região conhecida atualmente como condado de Clare. Mais precisamente, o jogo leva o usuário até a Irlanda do século 13 e 14, quando os comerciantes ingleses tentavam expandir seus negócios a partir da  criação de reinos vassalos da coroa inglesa na região.

Guerras entre dinastias, assassinatos, fome e catástrofes climáticas, como a Era do Gelo, são desafios que os jogadores poderão enfrentar durante as partidas. “A cada turno, novas tragédias acontecem, eventos fracassam e os jogadores vão poder ver como isso afetava os reinos. Em tese, como a economia e o ambiente afetavam as ações humana”, disse Marino.

Neste universo, cada jogador terá que controlar um clã, no qual o objetivo será gerir reinos e dominar os adversários.“O jogo está em fase de testes, com previsão de lançamento para o segundo semestre de 2021”, completou o criador.

O game será lançado em mídia física, em fomato de tabuleiro, e em uma versão virtual no software Tabletop Simulator. “Nossa ideia é produzirmos pelo menos uma versão 100% gratuita — com materiais que possam ser baixados e impressos pelos jogadores”, explicou.