Notícias » Egito

Pesquisadores descobrem 14 novos sarcófagos de 2,5 mil anos em necrópole do Egito

Após duas semanas da última descoberta em Sacará — localizando 13 túmulos — a agência arqueológica egípcia revelou mais corpos

Wallacy Ferrari Publicado em 21/09/2020, às 08h36

Fotografia registra um dos sarcófagos mais bem preservados
Fotografia registra um dos sarcófagos mais bem preservados - Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito

Uma semana após localizar 13 sarcófagos com estruturas de madeira, a equipe de arqueólogos do Ministério de Antiguidades do Egito divulgou nesta segunda-feira, 21, que mais 14 ornamentos funerários, datados de 2,5 mil anos, foram localizados na necrópole do deserto de Sacará.

Assim como os túmulos descobertos em semanas anteriores, os artefatos impressionam por estarem completamente selados, sem nenhum registro de interferência humana desde sua confecção, garantindo o perfeito estado de conservação. Com isso, o órgão arqueológico já contabiliza 27 estruturas funerárias descoberto apenas no mês de setembro na região.

Fotografias registram ministro com itens encontrados / Crédito: Ministério do Turismo e Antiguidades do Egito

 

Os pesquisadores prosseguem a pesquisa em busca de mais sarcófagos que, de acordo com o comunicado oficial do Ministério, podem “revelar mais segredos” em relação a história de Sacará e da civilização egípcia. Visto que as descobertas seguem uma trilha linear de templos, os especialistas acreditam que “não serão os únicos” encontrados.

Em visita a necrópole, o ministro do Turismo e das Antiguidades do Egito, Khaled al-Anani, tirou fotos com as descobertas e parabenizou os arqueólogos responsáveis pela escavação, avaliando as condições climáticas que dificultam o trabalho.