Notícias » Paleontologia

Pesquisadores descobrem detalhes cruciais sobre réptil misterioso de pescoço longo

Tendo vivido à 242 milhões de anos atrás, pesquisadores não sabiam muito sobre a vida do Tanystropheus mas agora tem importantes respostas

Caio Tortamano Publicado em 10/08/2020, às 16h58

Ilustração de Tanystropheus
Ilustração de Tanystropheus - Divulgação - Dinopedia

Após ter sido encontrado há mais de 150 anos na Alemanha, e depois em outras localidades, os fósseis de uma criatura nomeada como Tanystropheus chamaram muita atenção de pesquisadores por ter um pescoço absurdamente comprido. Agora, cientistas do Museu Nacional da Escócia afirmam ter descoberto os segredos da espécie.

De acordo com o Doutor Nick Fraser, autor da pesquisa, é o “fóssil mais notável de todos entre os répteis”. Isso se explica pelo fato de terem vivido há 242 milhões de anos , tendo sido registradas espécies com seis metros de comprimento, com um pequeno crânio, rabo, e um longo e rígido pescoço quase três vezes maiores que o corpo.

Anteriormente, era pensado que o Tanystropheus vivia na Costa, mas sem ter certeza se passava maior parte em terra ou na água. Fraser, no entanto, oferece a resposta para a pergunta: “Nosso grupo acredita que o animal tenha sido aquático na maior parte do tempo”. A afirmação, afinal, faz sentido uma vez que um pescoço longo como aquele tornaria muito difícil a locomoção em terra.

Além disso, por meio de tomografias computadorizadas de alta resolução foi possível reconstruir o crânio do animal. Com isso, foi possível perceber que eles tinham narinas na parte de cima de seus focinhos, além de um arranjo de dentes entrelaçados — especialmente efetivos para capturar peixes. 

Fóssil da espécie Tanystropheus / Crédito: Wikimedia Commons

 

Essas evidências mostram que o Tanystropheus era um predador aquático, embora espécies menores do próprio réptil também passassem algum tempo fora da água por conta da semelhança deles com crocodilos. Dessa maneira, também foi concluído que existiam mais de um tipo de Tanystropheus, um maior outro menor.