Notícias » Europa

Pesquisadores descobrem "espada patriótica" do século 19 na Bulgária

O artefato contém escrituras em polonês e pode ter pertencido combatente czarista da Guerra Russo-Turca

Wallacy Ferrari Publicado em 24/10/2020, às 10h24

Fotografia registra espada descoberta
Fotografia registra espada descoberta - Ivan Tzerov

Uma equipe de arqueólogos localizou uma impressionante espada com inscrições patrióticas em polonês nos arredores da cidade de Svishtov, na Bulgária. O espaço pertenceu ao antigo acampamento legionário romano construído no século 1 d.C., mas o artefato tem a datação do século 19.

A descoberta, divulgada pelo portal Science in Poland, possui um texto em alto-relevo dizendo “Vivat Szlachcic Pan i fundator wojska” ('Viva o Nobre Senhor e fundador do exército', em tradução livre) e foi relacionada a repressão do exército czarista a Revolta de Janeiro ocorrida entre 1863 e 1864 na Bulgária.

Imagem captura escrituras da espada em plano detalhe / Crédito: Ivan Tzerov

 

Os pesquisadores acreditam que o artefato pertenceu a algum militar que, posteriormente, lutou na Guerra Russo-Turca. Confeccionada em ferro, a impressionante conservação das inscrições e do cabo, com detalhes em prata de uma espada de tipo shashka — sabre de punho aberto com pomo partido — permaneceu intacta por aproximadamente 142 anos.

O professor Piotr Dyczek, do Centro de Pesquisa da Antiguidade do Sudeste Europeu da Universidade de Varsóvia, explicou que tanto a frase como a forma que ela é escrita condiz com outras descobertas do período: “Esses símbolos e inscrições exatos podem ser encontrados no sabre da Bulgária”.