Notícias » América do Sul

Pesquisadores encontram dentes fossilizados de tubarões brancos na costa da América do Sul

Encontrados no lado do Oceano Pacífico em regiões do Chile e Peru, a descoberta foi feita por arqueólogos da Universidade de Viena

Wallacy Ferrari Publicado em 23/05/2020, às 12h00

Gráfico reunindo os dentes encontrados e sua representação na arcada do animal
Gráfico reunindo os dentes encontrados e sua representação na arcada do animal - Jaime Villafaña / Jürgen Kriwet

Pesquisadores da Universidade de Viena realizaram uma análise de dentes com características predatórias coletados em diversos locais ao longo da costa do Oceano Pacífico no Peru e Chile. Após a pesquisa, foi possível concluir que as presas fossilizadas pertenceram ao Carcharodon carcharias, popularmente conhecido como tubarão-branco.

Com os itens datados entre 5 a 2 milhões de anos, a reconstrução da arcada foi possível reproduzindo padrões de distribuição de tamanho corporal, mostrando que os tubarões-brancos eram compatíveis. O desenvolvimento dos dentes leva os pesquisadores a acreditar que se tratava de um animal na fase adolescente.

Foi possível notar uma diferença geográfica da presença dos animais, mostrando que o tamanho de seus corpos variou ao longo da costa paleo-pacífica da América do Sul; no norte do Chile, por exemplo, havia uma porcentagem maior de tubarões jovens, sem a presença de animais da mesma espécie que já se reproduziam.

Atualmente ameaçados de extinção, seu crescimento lento e reprodução tardia pode ser explicados por registros históricos, como relata o paleobiólogo Jürgen Kriwet:  “Se entendermos o passado, nos permitirá tomar hoje as medidas de proteção apropriadas para garantir a sobrevivência desse predador, que é de extrema importância para os ecossistemas”.