Notícias » África

Pesquisadores encontram espécie de mamífero considerada extinta há 50 anos na África

O pequeno animal não apenas foi filmado com vida, mas também acompanhado de outros machos e fêmeas

Wallacy Ferrari Publicado em 19/08/2020, às 08h02

Trecho do vídeo onde o animal é filmado
Trecho do vídeo onde o animal é filmado - Divulgação/YouTube/Association Djibouti Nature/24.07.2020

Uma equipe de pesquisadores se surpreendeu com a descoberta de um musaranho-elefante vivo, no Djibuti. O animal era considerado extinto desde a década de 1970, visto que os 39 exemplares do animal — fossilizados ou empalhados em museus — eram considerados os últimos na Terra.

O pequeno mamífero africano de nariz longo em forma de tromba e olhos negros penetrantes levou a espécie Elephantulus revoilii ser popularmente conhecida como de musaranhos—elefante. Com uma análise de DNA e examinando a anatomia da descoberta, os pesquisadores concluíram que os animais foram considerados extintos pela escassez de informações na época, sendo incorretamente catalogado como extinto.

Para realizar estudos, a equipe montou diversas armadilhas não violentas para capturar algumas amostras do animal. De acordo com o estudo, publicado na revista Peerj, os pesquisadores localizaram oito exemplares — três fêmeas e cinco machos — descendentes diretos dos “últimos” musaranhos-elefante localizados.

Confira o vídeo com o musaranho-elefante: