Notícias » Roma Antiga

Pesquisadores acreditam ter encontrado a gruta de Circe, feiticeira que transformava homens em porcos

Citada no poema Odisseia, de Homero, a caverna inspirou história mitológica

Isabela Barreiros Publicado em 19/08/2019, às 15h00

None
- Crédito: Reprodução

Na mitologia grega, Circe é uma deusa e feiticeira, filha de Hélios, Titã do Sol. Ela é o arquétipo da fêmea predatória: uma mulher sedutora que transformava homens em porcos por simples prazer. Agora, após a descoberta de sua caverna, a trajetória da ninfa poderá ser compreendida.

Circe Oferece a Taça para Ulisses, pintura de John William Waterhouse / Crédito: Reprodução 

 

Localizada no fundo do Monte Circeu, uma montanha que está 100 km ao sul de Roma, a gruta, de acordo com o poema épico Odisseia, foi emprestada a Odisseu quando este parou no caminho de volta das guerras de Tróia.

No entanto, arqueólogos estão tendo dificuldades em enquadrar a caverna nas descrições de que o personagem teria encontrado Circe em uma ilha, enquanto, na verdade, a descoberta foi feita na Itália continental.

A gruta que inspirou a história contada em Odisseia, segundo pesquisadores / Crédito: Reprodução

 

O historiador italiano Tommaso Lanzuisi argumenta que o nível do mar está caindo desde o período em que o texto foi escrito. “Monte Circeu tinha que ser uma ilha ou pelo menos em parte, dependendo da estação do ano.”