Notícias » Venezuela

Pesquisadores encontram morcego-vampiro mais antigo do mundo, com 2,5 milhões de anos, na Venezuela

O fóssil surpreende pelo tamanho dos ossos e foi descoberto em parceria com um instituto estadunidense de arqueologia

Wallacy Ferrari Publicado em 09/09/2020, às 08h55

Cabana onde os arqueólogos se instalaram
Cabana onde os arqueólogos se instalaram - Divulgação/Twitter/Mincyt_VE/07.09.2020

Uma equipe de pesquisadores localizou um impressionante fóssil um morcego datado da era Pliocênica e Pleistocênica, há aproximadamente 2,5 milhões de anos, na Venezuela. A descoberta impressiona, podendo ser o morcego-vampiro mais antigo já encontrado na história da arqueologia mundial.

O fóssil foi localizado em um depósito natural de asfalto no estado de Monagas, localizado no nordeste do país, e foi divulgado pelo Ministério da Ciência e Tecnologia da Venezuela como pertencente a um novo gênero da subfamília Desmodontinae. A pesquisa é realizada desde 2006 pelo governo venezuelano — que já obteve descobertas no local, catalogando mais de 5 mil fósseis em uma área de 36 mil metros cúbicos de asfalto.

Os ossos encontrados pela equipe arqueológica venezuelana / Crédito: Divulgação/Twitter/Mincyt_VE/07.09.2020

 

A escavação que resultou na retirada dos restos mortais foi promovida pelo diretor do laboratório de Paleontologia do Instituto Venezuelano de Pesquisas Científicas (IVIC, na sigla em espanhol), Ascanio Rincón, e pelo diretor do Museu de História Natural de Oklahoma, EUA, Nicholas Czaplewski, que realizaram uma parceria inédita entre os países — politicamente confrontados.