Notícias » Ciência

Pesquisadores se deparam com raro urso-andino de pelagem marrom-dourada

O estudo foi publicado em revista científica no dia 20 de agosto

Luíza Feniar Migliosi Publicado em 25/08/2021, às 11h44

Urso marrom-dourado no Peru
Urso marrom-dourado no Peru - Divulgação/ Estudo/ Michael Tweddle

Um grupo internacional de pesquisadores registrou a aparição de um urso marrom-dourado entre os ursos andinos, que, normalmente, tem pelagem preta, enquanto calculavam a densidade populacional dos ursos-de-óculos (Tremarctos ornatus) em uma pequena área no norte do Peru. Os pesquisadores publicaram a novidade na revista científica Ursus na última sexta-feira, 20.

No estudo, o Peru é descrito como a região que provavelmente é o abrigo da maior população da única espécie nativa remanescente de ursos da América do Sul, os ursos-de-óculos. Porém, segundo os pesquisadores, nenhuma pesquisa havia relatado a distribuição regional desses ursos-andinos nos últimos 20 anos.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Michael TweddleFoto (@nat.wild.photos)

 

"Por serem tão esquivos, é difícil estudar sua ecologia e descobrir como protegê-los como espécie", explica, em comunicado, Wilhelm Osterman, biólogo da Universidade de Gotemburgo, na Alemanha, e autor da pesquisa.

Os ursos-de-óculos integram a Lista Vermelha da União Internacional para Conservação da Natureza e Recursos Naturais (IUCN). Devido à fragmentação do habitat e conflitos entre humanos e animais, a ameaça de extinção da espécie coloca em risco o equilíbrio da região, já que os ursos-andinos são como uma “espécie guarda-chuva”, ou seja, necessitam de uma grande área conservada, o que os torna um bioindicador para conservação local.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Michael TweddleFoto (@nat.wild.photos)

 

O objetivo original dos pesquisadores era estudar os macacos-lanudos-de-cauda-amarela, outra espécie ameaçada no Peru, mas o aviso da comunidade local sobre os ursos fez com que os pesquisadores mudassem a investigação.

A equipe foi capaz de visualizar a espécie ameaçada em várias ocasiões, incluindo até quatro ursos em um único dia devido a colaboração da comunidade da região.

A observação se deu na região de Copallín, uma pequena área com pastagens e algumas florestas dispersas localizada na amazônia peruana.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Michael TweddleFoto (@nat.wild.photos)

 

Os ursos foram fotografados e receberam identidades individuais levando em conta seus padrões faciais, que foram utilizados como base para o cálculo da densidade populacional.

Porém, os pesquisadores não esperavam se deparar com um inusitado urso-de-óculos de pelagem marrom-dourada, cuja explicação por trás da tonalidade ainda precisa de uma investigação mais aprofundada. "Suspeitamos que esse seja o primeiro caso de [um urso dourado] entre ursos-andinos", afirma o estudo.