Notícias » Arqueologia

Pesquisadores têm dúvidas sobre desenhos em caverna da Espanha

Anteriormente, imaginava-se que as pinturas em Nerja teriam sido feitas por neandertais, mas estudos recentes indicam uma cronologia diferente

Pamela Malva Publicado em 04/06/2020, às 08h00

Imagem da caverna de Nerja e de uma das pinturas feitas nas paredes
Imagem da caverna de Nerja e de uma das pinturas feitas nas paredes - Divulgação

Por anos, cientistas imaginaram que as artes rupestres na caverna de Nerja, na Espanha, haviam sido feitas por neandertais. Novas datações, no entanto, indicam que a cronologia sugerida anteriormente estava equivocada.

Pesquisas feitas por José Luis Sanchidrián Torti, professor da Universidade de Córdoba, e María Ángeles Medina Alcaide, pesquisadora da pré-história, sugere uma linha de tempo diferente. A dupla de pesquisadores usou diversos processos de datação, a fim de conseguir resultados mais precisos.

Para o estudo da cronologia, os cientistas analisaram amostras de calcita retiradas da caverna. Segundo os resultados, é pouco provável que tais desenhos e pinturas tenham sido feitas por neandertais.

Agora, resta datar exatamente o momento em que as intervenções foram feitas. De acordo com os especialistas, o ideal é datar as amostras utilizando três sistemas de medição: o teste de urânio, o teste de carbono 14 (C14) e outro estudo mineralógico.