Notícias » Estados Unidos

Pessoa mais velha dos EUA faleceu aos 115 ou 116 anos

Hester Ford morreu após testemunhar inúmeros acontecimentos históricos, incluindo duas grandes pandemias

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 22/04/2021, às 13h53

Hester Ford, a pessoa mais velha dos EUA
Hester Ford, a pessoa mais velha dos EUA - Divulgação/Youtube

No último sábado, 17, morreu a pessoa mais velha dos Estados Unidos, Hester Ford, aos 115 ou 116 anos. A data de nascimento é imprecisa: existem registros do Censo dos EUA em que se consta 1904, enquanto outros apresentam o ano de 1905. As informações são do portal Smithsonian.

“Ela foi um pilar e uma lealdade para nossa família e forneceu o amor, o apoio e a compreensão tão necessários para todos nós. Ela foi a semente que gerou folhas e galhos que hoje é a nossa família. Deus achou por bem fazer dela a matriarca de nossa família e nos abençoou para sermos seus zeladores e recipientes de seu legado”, escreveu Tanisha Patterson-Powe, bisneta de Hester, em nota. 

De acordo com o Grupo de Pesquisa em Gerontologia (GRG), Ford era a pessoa mais velha dos Estados Unidos com ao menos 115 anos e 245 dias de vida. Segundo a família, ela nasceu no dia 15 de agosto de 1904, o que completa os 116 anos de vida.

Sendo um ou outro, a verdade é que ela viveu momentos históricos importantes para a história do mundo. Com mais de um século de vida, Ford presenciou duas guerras mundiais, duas grandes pandemias, a Grande Depressão e muito mais. 

Hester deixou 68 netos, 125 bisnetos e por volta de 120 tataranetos ao falecer em sua casa, que fica na Carolina do Norte. Ela tinha uma rotina simples e bem comum: como informou a Associated Press, seu café da manhã era metade de uma banana, ela gostava de montar quebra-cabeças e passeava ao ar livre. 

“[Ford] não apenas representou o avanço de nossa família, mas da raça e cultura afro-americana em nosso país. Ela foi um lembrete de quão longe chegamos como pessoas nesta terra”, completou Patterson-Powe