Notícias » Mundo

Pessoas estão simulando os próprios funerais na Coreia do Sul

O serviço de simulação, que já recebeu mais de 20 mil adeptos, tem um objetivo singular

Joseane Pereira Publicado em 21/11/2019, às 09h00

Simulação de funeral na Coreia do Norte
Simulação de funeral na Coreia do Norte - Jean Chung

Imaginar como seria seu próprio funeral não é algo simples. Mas é isso o que um evento de simulação gratuito está oferecendo na Coreia do Sul: cerca de 25 mil adeptos já passaram pela experiência funerária em vida.

"Todos nós somos importantes. E se morrermos, deixaremos um vazio triste na vida de outras pessoas. Quero que todos entendam que somos mais felizes quando vivemos o presente", afirmou Choi Jin-Kyu, estudante de 28 anos que participou do evento.

Simulação de funeral coletiva / Crédito: Heo Ran

 

Durante a cerimônia, os participantes redigem um testamento e escrevem seus últimos desejos. Após isso, deitam-se em seus caixões e ficam em completa escuridão por cerca de 10 minutos, com as tampas fechadas.