Notícias » Estados Unidos

Petição pede que Ku Klux Klan seja considerada organização terrorista

Medida foi iniciada após polêmica declaração do presidente Donald Trump

Fabio Previdelli Publicado em 10/06/2020, às 11h16

Uma reunião da KKK em Chicago, na década de 1920
Uma reunião da KKK em Chicago, na década de 1920 - Wikimedia Commons

Nos últimos dias, uma petição online foi aberta nos Estados Unidos pedindo para que a Ku Klux Klan seja, enfim, considerada uma organização terrorista. O abaixo-assinado já conta com mais de 260 mil assinaturas.

"A KKK é um grupo de ódio supremacista branco que tem histórico de terrorismo, incluindo incontáveis agressões públicas e assassinatos. O ódio não deve ser uma maneira de reunir as comunidades, nem deve ser permitido ou tolerado”, diz o documento.

Além da “Make the KKK illegal”, outras duas petições já foram abertas com o mesmo intuito, onde cada uma conta com mais de 100 mil assinaturas.

Os pedidos foram iniciados após o presidente americano Donald Trump afirmar no mês passado que designará “a Antifa como uma organização terrorista”.

Além do mais, o mandatário disse que a organização — um movimento formado por ativistas de extrema-esquerda com intuito de resistirem aos supremacistas brancos e aos neonazistas — é a principal responsável por toda a “violência e vandalismo” na onda recente de protestos que ocorrem no país desde a morte de George Floyd.