Notícias » Entretenimento

Phyllis Schlafly, a inesperada voz que se opôs à emenda de igualdade nos EUA

Conheça a história real da mulher que inspirou a série Mrs. America, que chega ao Brasil em pré-estreia neste sábado, pelo canal FOX Premium 1

Penélope Coelho Publicado em 18/09/2020, às 16h47

Imagem de divulgação da série Mrs. America
Imagem de divulgação da série Mrs. America - Divulgação/ FOX

No próximo sábado, 19, o seriado Mrs. America chega ao Brasil com uma pré-estreia que exibirá seus dois primeiros episódios, no canal FOX Premium 1, às 22h15. A estreia oficial da série, porém, acontecerá nas próximas semanas. 

A estreia da série está marcada para terça-feira, 29, às 23h horas no mesmo canal, com dois episódios sendo exibidos por semana. Vale lembrar que a minissérie completa também estará disponível no APP da Fox para assinantes.

Sobre Mrs. America

Indicada a 10 prêmios Emmy, Mrs. America conta com grande elenco: Cate Blanchett, Rose Byrne, Uzo Aduba, entre outros. O seriado baseado em fatos aborta a história do movimento que buscava ratificar a Emenda de Igualdade de Direito (ERA) nos Estados Unidos, além da inesperada iniciativa de oposição comandada por uma mulher conservadora chamada Phyllis Schlafly, interpretada por Blanchett.

O ocorrido ficou conhecido como um dos episódios mais difíceis na história das guerras culturais na década de 1970 e deu margem para o surgimento da organização política Maioria Moral, alterando para sempre o cenário político norte-americano.

Confira o trailer.