Notícias » Brasil

Piloto do avião de Marília Mendonça comunicou início de pouso em duas ocasiões, revela jornal

As informações são de uma testemunha que pilotava outra aeronave na mesma área e horário do terrível acidente

Redação Publicado em 12/11/2021, às 09h37

Destroços do avião que levava Marília Mendonça
Destroços do avião que levava Marília Mendonça - Divulgação/DOCTUM TV

Em entrevista exclusiva para o jornal O Globo, um piloto que guiava um monomotor na mesma área e horário do voo que causou a morte da cantoraMarília Mendonça e de mais 4 pessoas, na última sexta-feira, 5, deu novas informações sobre o ocorrido.

Segundo revelado na publicação, o piloto que conduzia o avião que levava a cantora de 26 anos para Caratinga, Minas Gerais, para um final de semana de shows, teria comunicado duas vezes o início do procedimento de pouso.

De acordo com informações publicadas pelo portal de notícias UOL, nesta sexta-feira, 12, o profissional — que preferiu não se identificar — revelou ao jornal o que GeraldoMartins de Medeiros Júnior teria dito antes do acidente aéreo fatal:

"Ele disse que estava pegando a perna do vento [procedimento de pouso] e, cerca de 20 segundos depois, voltou a dizer que estava pegando a perna do vento 02, o que significa que estava iniciando o procedimento padrão de pouso. Isso não configura uma anormalidade, pois os pilotos podem prolongar um pouco o tempo do pouso", afirmou.

A testemunha que afirmou já ter prestado depoimento continuou:

Geraldo informou estar voando a 12.500 pés e a 44 fora [...] É uma altitude compatível para o local. Fiquei a dúvida se eram 44 milhas de distância ou 44 minutos. Como eu estava indo para o mesmo aeroporto, e precisava estimar o pouso, perguntei. Ele respondeu que eram 44 milhas".

Sabe-se que agora, os destroços da aeronave passam por análise e investigação, a fim de entender quais foram as causas do trágico acidente.


O acidente

A artista que se consagrou como um dos maiores nomes do feminejo faleceu na última sexta-feira, 5, após um acidente de avião enquanto se deslocava até Piedade de Caratinga, Minas Gerais, com o objetivo de fazer um show.

Ao lado da artista, estava seu tio e assessor, Abicieli, o produtor Henrique Ribeiro, além de dois pilotos, que também não resistiram ao acidente. A dura notícia foi confirmada pela assessoria de imprensa da cantora após a informação inicial de que Marília estava bem.

"Com imenso pesar, confirmamos a morte da cantora Marília Mendonça, seu produtor Henrique Ribeiro, seu tio e assessor Abicieli Silveira Dias Filho, do piloto e copiloto do avião, os quais iremos preservar os nomes neste momento. O avião decolou de Goiânia com destino a Caratinga (MG), onde Marília teria uma apresentação esta noite", relatou a assessoria de Medonça através de uma nota.