Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Piloto é demitido após gravar vídeo íntimo em pleno voo

Escândalo em escola aeronáutica russa foi exposto por colega de mulher, entenda

Redação Publicado em 26/05/2022, às 11h17

Vídeo vazado com relação entre piloto e aluna - Divulgação/ Twitter
Vídeo vazado com relação entre piloto e aluna - Divulgação/ Twitter

Na Rússia, um piloto de 28 anos, instrutor da Escola de Aviação Civil de Sasovo, na Rússia, supostamente colocou a aeronave em modo automático, para gravar uma relação sexual com sua aluna de 21 anos, após garantir aulas extras para ela.

Os dois estavam a bordo de um modelo Cessna 172, que sobrevoava a região de Ryazan, quando o ato teria acontecido.

Quando as imagens chegaram à escola de aviação, de imediato o professor e a aluna foram expulsos e a situação piorou quando um colega do jovem compartilhou as imagens na internet. A mídia local diz que ela teria se recusado de início, mas que aceitou depois da oferta por muitas horas de aulas de graça.

Em conversa com a instituição, ela tentou alegar que apenas trocaram beijos e abraços apenas, só em uma oportunidade.

Caso demorou 1 mês para repercutir

O escândalo aconteceu depois que a mulher teve um sério desentendimento com o colega, que para se vingar, teria feito a publicação.

Apenas um mês depois da gravação a escola ficou sabendo através de colegas de trabalho do piloto, que conseguiram averiguar a identidade dos envolvidos, segundo apuração do portal "UOL".

A mulher teria pedido demissão antes mesmo de ser interrogada, por aviso de outros colegas que constataram o vídeo.