Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Piloto é investigado por dormir durante voo entre os EUA e a Itália

O caso ocorreu em abril, mas somente agora foi divulgado

Redação Publicado em 30/05/2022, às 17h07

Avião da ITA Airways - Divulgação / Twitter
Avião da ITA Airways - Divulgação / Twitter

Um piloto da companhia aérea ITA Airways provocou uma enorme confusão depois de supostamente dormir enquanto realizava um voo que entre as cidades de Nova York, nos EUA e Roma, na Itália. O caso ocorreu no final de abril, mas somente agora veio a público.

Na ocasião, o avião teria ficado cerca de dez minutos sem dar respostas para o Centro de Controle de Marselha, de modo que as autoridades francesas, que temiam se tratar de um ataque, decidiram acionar caças para interceptar a aeronave. 

Um incidente mais grave foi evitado por muito pouco, já que a tripulação do avião conseguiu entrar em contato com o Centro de Marselha a tempo.

Copiloto também dormiu

Após o ocorrido, a aeronave seguiu seu trajeto e conseguiu pousar em segurança em Roma. O comandante, no entanto, acabou sendo demitido, segundo o jornal britânico The Telegraph.

A fonte ainda apontou que também o copiloto teria cochilado no avião, o que é permitido, desde que o comandante esteja acordado e acessível.

A ITA Airlines declarou ao jornal que o comandante negou ter adormecido e que a demissão teria ocorrido em razão do comportamento do piloto, que "não estava em conformidade com o procedimento" tanto durante o voo quanto após o pouso. A companhia, no entanto, não informou qual teria sido o motivo do silêncio no rádio.