Notícias » Arqueologia

Pintura rupestre de caverna mais antiga da República Tcheca é alvo de nova pesquisa

Os especialistas acreditam que a obra da Idade da Pedra é ainda 800 anos mais antiga do que se pensava

Vanessa Centamori Publicado em 22/05/2020, às 10h12

Caverna Catherine, onde está a pintura rupestre mais antiga da República Tcheca
Caverna Catherine, onde está a pintura rupestre mais antiga da República Tcheca - Wikimedia Commons

Arqueólogos reclassificaram a idade da pintura rupestre mais antiga da República Tcheca, afirmando que o achado tem 7 mil anos. Isso torna a imagem 800 anos mais antiga do que se pensava anteriormente, segundo os pesquisadores. 

A pintura, que fica em uma região de planalto cársico da Morávia (parte da Europa central), foi batizada de O Cérebro, por ter uma estrutura rugada com linhas pretas. Tais marcações foram realizadas ainda durante a Idade da Pedra. 

Pintura rupestre da Caverna Catherine / Crédito: Divulgação

 

A obra rupestre está presente na Caverna Catherine, que também possui várias outras figuras do mesmo período da pré-história. No caso, dados sobre a imagem em questão só puderam ser obtidos após três tentativas árduas. 

Para datar corretamente o achado, o pesquisador Martin Golec, da Faculdade de Artes da Universidade Palacký, contou que a matéria-prima a partir da qual a arte rupestre foi feita foi bem revelante. “O pigmento [do qual era feita a pintura] era fabricado de cinzas de madeira queimada e continha amostras de matéria orgânica que pudemos usar para aprender sobre sua idade”, afirmou.