Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Arqueologia

Piscina coberta e ornamentada é encontrada em antiga vila romana na Albânia

Durante escavações na cidade portuária de Durrês, na Albânia, arqueólogos descobriram uma antiga vila romana com piscina; confira!

Fotografias tiradas em meio às escavações em Durrês, na Albânia - Reprodução/Facebook/Instituto Nacional do Patrimônio Cultural da Albânia
Fotografias tiradas em meio às escavações em Durrês, na Albânia - Reprodução/Facebook/Instituto Nacional do Patrimônio Cultural da Albânia

Recentemente, arqueólogos do Instituto Nacional do Patrimônio Cultural da Albânia descobriram, em meio a escavações na cidade portuária de Durrês, uma antiga vila romana. O que mais chama atenção, porém, é que também encontraram no local uma antiga piscina coberta e ornamentada.

Datada de entre os séculos 1 e 4 d.C., a piscina foi encontrada onde existiu uma antiga área residencial da região, que pertencia a uma vila de alto status.

Conforme descrito em comunicado no Facebook, a piscina é ricamente decorada com afrescos nas paredes, além de pavimentos em mosaico com azulejos e incrustações de mármore, pedra, vidro e cerâmica. Ao lado da piscina, também estão bacias quadradas rasas e revestidas de uma argamassa impermeável.

Além disso, também encontraram ao norte da escavação um grande piso de tijolos pertencente a uma terma — antigo banho romano —, e outros vestígios das paredes de um complexo mais amplo. Já ao oeste, foram descobertos fragmentos de estuque em relevo, que decoravam paredes e tetos da vila, com motivos antropomórficos e florais.

Aquela antiga vila, porém, foi destruída por volta do século 4, após um terremoto na região. Segundo registros históricos e fontes antigas, o abalo sísmico colapsou edifícios e derrubou, também, as defesas da própria cidade.

Dirráquio

Na antiguidade, a cidade de Durrês era conhecida como Dirráquio, e foi fundada por colonos da Grécia Antiga de Coringo e Córcira. Quando apenas colônia, ela tornou-se um importante centro comercial, que foi até mesmo anexado pelos romanos durante a expansão da República Romana, com o fim das Guerras da Ilíria.

Por fim, já no século 4, a cidade tornou-se capital da província romana de Épiro nova, abrangendo toda a região do Antigo Épiro.