Notícias » Arqueologia

Placa de prata do século 4 é encontrada em necrópole na Rússia

Segundo os arqueólogos envolvidos no impressionante achado, o artefato comprova algumas hipóteses sobre a religião cita

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 22/11/2021, às 20h00

Seção do artefato de prata encontrado na Rússia
Seção do artefato de prata encontrado na Rússia - Divulgação / Instituto de Arqueologia da Academia de Ciências da Rússia

Uma expedição arqueológica no sudoeste da Rússia, na cidade de Voronezh, começou a escavação de uma necrópole encontrada no ano 2000 e datada do século 4 a.C.. Os túmulos pertenciam ao povo cita, uma população iraniana de pastores nômades.

Em um dos montículos funerários no centro da necrópole, foi encontrado uma tumba de madeira, com mais de sete metros de comprimento e 17 grandes pilares de carvalho, que mantinham a estrutura de pé.

Além de placas de ouro, pontas de flechas e fragmentos de adornos para cavalos no túmulo, um dos artefatos foi uma descoberta importante.

Uma placa de prata retangular, com cerca de 30 centímetros de comprimento, continha marcações detalhando várias divindades do povo cita, incluindo Argimpassa ou Artimpassa, que aparecia em diversas tradições da Grécia Antiga e da Ásia Menor e simbolizava fertilidade, fecundidade, soberania e força espiritual.

Segundo a análise dos arqueólogos, o montículo havia sido saqueado anteriormente e foi profundamente danificado por trabalhos agrícolas em sua superfície. Os artefatos encontrados, no entanto, mantiveram-se em boas condições.

A placa de prata prova algumas das hipóteses que os pesquisadores já tinham em relação à cultura cita. Responsável pela expedição, o russoValery Gulyaev explicou, em comunicado oficial, que o artefato exemplifica alguns aspectos da religião deste povo.

A descoberta dá uma importante contribuição para os nossos conceitos de crenças citas. Em primeiro lugar, algumas divindades são representadas uma só vez em um item. Em segundo lugar, é o primeiro exemplo de um objeto que retrata divindades a ser encontrado tão longe dos principais centros citas", relatou.