Notícias » Holanda

Polícia da Holanda pede para que população pare ‘caça aos pedófilos’

Após uma morte na cidade de Arnhem, a polícia apela para que a justiça seja feita somente pelas autoridades

Redação Publicado em 13/11/2020, às 12h54

Imagem meramente ilustrativa da cela de prisão
Imagem meramente ilustrativa da cela de prisão - Pixabay

De acordo com informações da BBC, nessa semana, a polícia holandesa realizou um apelo para que a população local pare de ‘caçar pedófilos’. Isso acontece após a morte de um professor de 73 anos, que foi espancado por adolescentes na Holanda.

Segundo revelado na reportagem, o homem em questão morava na cidade holandesa de Arnhem e através de uma sala de bate-papo marcou um encontro com um menino. De acordo com a polícia local, o idoso sabia que o jovem era menor de idade, mas, informou que não havia evidências de que ele teria se envolvido sexualmente com menores.

Depois da morte em Arnhem, a polícia demonstrou preocupação através de um relatório. De acordo com o documento divulgado pelas autoridades, o ataque em questão é o mais recente de uma série de 250 envolvendo os ‘caçadores de pedófilos’ na Holanda.

O chefe de polícia, Oscar Dros, afirmou que se a caça continuar há risco de que mais pessoas morram e, por isso, pediu para que a população deixe que a justiça seja feita pelas autoridades locais. O homem continuou dizendo que o comportamento desses ‘vigilantes’ "não tem efeito, porque as evidências geralmente são muito fracas".