Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Irmãs sauditas

Polícia encontra corpos de irmãs sauditas mortas misteriosamente na Austrália

Os corpos das irmãs sauditas foram encontrados em camas separadas de um apartamento em um subúrbio da Austrália

Redação Publicado em 29/07/2022, às 18h21

Irmãs sauditas foram encontradas mortas em apartamento na Austrália - Divulgação/Polícia de Nova Gales do Sul
Irmãs sauditas foram encontradas mortas em apartamento na Austrália - Divulgação/Polícia de Nova Gales do Sul

Duas irmãs sauditas Abdullah Alsehli, 24, e Amaal Abdullah Alsehli,23, foram encontradas mortas em uma casa num subúrbio de Canterbury, na Austrália, em 7 de junho. As autoridades ainda não sabem como ocorreram as mortes, mas acreditam que as irmãs possam ter morrido no início de maio.

De acordo com o Sydney Morning Herald, algo de errado acontecia com as irmãs. Assim, uma organização dos direitos humanos solicita que as suspeitas de que as mulheres eram vítima de agressão doméstica na Arábia Saudita ou que teriam se mudado para fugir das duras leis do país, sejam esclarecidas.

A polícia não confirmou as informações, alegando não comentar sobre o status residencial das pessoas no país, mas informou que entrou em contato com a família das vítimas, que está auxiliando nas investigações. As informações são do portal UOL.

As mulheres foram encontradas mortas em camas separadas em um apartamento na cidade de Sydney. 

Relato

No ano passado, as mulheres teriam dito ao zelador do prédio onde moravam que acreditavam que alguém estava mexendo em suas entregas de comida, como informado pelo Sydney Morning Herald.

Um encanador também alegou que havia "algo misterioso" no local depois de ter visitado o apartamento e a polícia já havia sido acionada por conta dessas preocupações com as irmãs. 

Como informa o jornal, elas podem ter se mudado por sofrerem com violência doméstica ou por conta das rígidas leis do seu país. Uma reportagem vinculada na TV australiana informou que 80 mulheres se mudaram da Arábia Saudita em busca de asilo nos últimos anos.