Notícias » Brasil

Polícia Federal investiga a misteriosa morte de duas onças no Pantanal

Segundo o instituto SOS Pantanal, as carcaças dos felinos pintados e de outros 18 animais foram encontradas no dia 16 de junho

Pamela Malva Publicado em 23/06/2021, às 18h00

Fotografia de uma das onças encontradas no Pantanal
Fotografia de uma das onças encontradas no Pantanal - Divulgação/ SOS Pantanal

Na última segunda-feira, 21, o perfil do instituto SOS Pantanal denunciou a morte de duas onças-pintadas na região do Passo do Lontra, em Corumbá, no Pantanal Sul. No mesmo dia, segundo O Globo, a Polícia Federal abriu uma investigação sobre o caso.

As carcaças das onças foram encontradas na quarta-feira, 16, por equipes do Instituto Reprocon. Ambos os animais eram constantemente monitorados pelos pesquisadores da organização através de um colar GPS, segundo explicou o SOS Pantanal.

Acontece que, além dos felinos, mais 18 animais de diferentes espécies foram encontrados já sem vida na região. Entre as carcaças, estavam um bovino, um cachorro do mato, dois carcarás e 14 urubus, todos em avançado estado de decomposição.

A principal suspeita da polícia repousa sobre um caso de envenenamento, uma prática bastante comum na área, visto que, ainda de acordo com o SOS Pantanal, “em retaliação ao ataque de onças ao gado”, a carcaça do bovino é envenenada “para que quando o animal [no caso, o felino] volte para se alimentar, ele morra envenenado”.

Em nota oficial, a Polícia Federal afirmou que “os policiais realizaram diligências preliminares na propriedade rural, sendo realizados exames periciais de local e coleta de material com a finalidade de determinar as causas das mortes dos animais".

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por SOS Pantanal (@sospantanal)