Notícias » Brasil

Polícia Federal queima 85 mil pés de maconha no oeste do Maranhão

Encontradas dentro de terras indígenas, as plantações foram erradicadas e um responsável foi preso

Redação Publicado em 25/10/2021, às 17h19

Foto da quinta fase da Operação Fusarium
Foto da quinta fase da Operação Fusarium - Divulgação / Polícia Federal

Dentro das terras indígenas de Alto Turiaçu,Terras da União e Alto Rio Guamá no estado do Maranhão, a Polícia Federal encontrou e queimou 85 mil pés de cannabis sativa, popularmente conhecida como maconha. A ação é um movimento parte da Operação Fusarium, que visa a erradicação de plantações da droga.

Além dos pés crescidos, a polícia destruiu quinhentas mudas da planta, 10 quilos de maconha pronta para ser traficada e cerca de um quilo de sementes — a destruição contou com 42 servidores, envolvendo delegados, agentes, escrivães e agentes administrativos. A queimada aconteceu no período entre 18 e 23 de outubro.

Foto da quinta fase da Operação Fusarium - Divulgação / Polícia Federal

 

Em relação a esta movimentação, a Polícia Federal soltou uma nota oficial, na qual justificou-se e explicou o fundamento por trás das ações parte da Operação Fusarium, que está em sua quinta fase oficial. As informações vêm do jornal Estadão.

A operação tem o escopo de reduzir a produção e oferta de maconha no estado do Maranhão, de desarticular a comercialização de drogas na região, identificar os envolvidos, individualizar condutas ilegais e descapitalizar o grupo criminoso”, afirmou o órgão policial.

Um indivíduo foi preso em flagrante, em uma das plantações erradicadas. Ele estava carregando uma pequena parte da maconha consigo e uma espingarda calibre .22 quando deparou-se com a polícia. Ele responderá por tráfico de drogas no estado do Maranhão.