Notícias » Crimes

Polícia Militar liberta garoto de 11 anos mantido amarrado em barril

Segundo nota publicada pelos oficiais, o menino estava sendo "tratado de forma desumana e com requintes de crueldade"

Pamela Malva Publicado em 01/02/2021, às 14h30 - Atualizado às 14h41

Fotografia do menino mantido em cárcere em Campinas
Fotografia do menino mantido em cárcere em Campinas - Divulgação/Polícia Militar do Estado de São Paulo

No último sábado, 30, a Polícia Militar de São Paulo executou uma operação delicada, que resultou na liberdade de um menino de 11 anos. Segundo nota emitida pelos oficiais, o garoto estava amarrado dentro de um barril, em Campinas.

Foi uma denúncia anônima realizada no mesmo dia que levou os agentes até uma casa no Jardim Itatiaia, onde um casal mantinha seu filho em cárcere. De acordo com os policiais, o menino foi encontrado em uma situação "inacreditável e de total desamparo, [ele era] tratado de forma desumana e com requintes de crueldade".

Sem acesso à água ou comida, o garoto amarrado ficava constantemente exposto ao sol, mesmo dentro de um barril com o tampo fechado. Uma vez resgatado, o menino foi alimentado e, em seguida, levado para o hospital, onde espera por mais exames.

Os pais da criança, por sua vez, disseram para a polícia que o filho teria "problemas psiquiátricos" e que "dava muito trabalho". Após o flagrante, ambos foram presos e, agora, o Conselho Tutelar acompanha o desenvolvimento do caso.