Notícias » Ásia

Polícia salva o 6º homem mais rico da China de sequestro, após fuga de filho

O bilionário He Xiangjian é o dono do grupo Midea e considerado a 45ª posição no ranking da Forbes de pessoas mais ricas do mundo

Wallacy Ferrari Publicado em 16/06/2020, às 13h48

O bilionário He Xiangjian em entrevista
O bilionário He Xiangjian em entrevista - Divulgação

Durante o último domingo, 14, o bilionário chinês He Xiangjian, 77, teve sua casa invadida por um grupo de criminosos e foi mantido refém durante horas. Seu filho, que também estava na residência durante o sequestro, conseguiu fugir nadando pela piscina da residência até o rio ao lado, o que possibilitou o chamado da polícia local.

Ao notificar as autoridades, a casa da família em Foshan, no sul da província de Guandong, foi cercada cuidadosamente por policiais, visto que o filho do empresário He Jianfeng, relatou que os sequestradores estavam equipados com explosivos. A operação iniciou ainda na madrugada de domingo.

A negociação foi concluída na manhã de segunda-feira, 15, com cinco pessoas presas e sem feridos, de acordo com o jornal South Morning China Post. A polícia local não revelou se o grupo planejou o sequestro de Xiangjian ou se foi uma tentativa de roubo aos itens de sua mansão.

Com uma fortuna avaliada em US$ 24 bilhões, He Xiangjian é o 45º homem mais rico no mundo no ranking da Forbes, sendo o sexto mais rico da China. Ele é o fundador do grupo Midea, sendo responsável pela criação de diversos eletrodomésticos.