Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Policiais são acusados de deixar homem negro se afogar nos Estados Unidos

Polêmica começou após revelação de gravações de uma câmera corporal dos oficiais

Alan de Oliveira | @baco.deoli Publicado em 07/06/2022, às 08h07

Imagem capturada de vídeo dos policiais - Divulgação/Polícia de Tempo, Arizona
Imagem capturada de vídeo dos policiais - Divulgação/Polícia de Tempo, Arizona

Na cidade de Tempe, localizada no estado norte-americano do Arizona, três policiais foram afastados na semana passada após flagrarem o afogamento de um homem negro, de 34 anos, e não tomarem nenhuma atitude para ajudá-lo.

Um morador de rua, chamado Sean Bickings, pulou em um lago de mais de dois metros de profundidade e perdeu o controle sob seu corpo, o que o fez gritar pela ajuda dos oficiais da lei.

Segundo relatos das apurações locais, um dos policiais chegou a falar: "não vou pular atrás de você".

O caso foi gravado pela câmera corporal de um dos policiais e registrado em documento oficial no dia. Bicking estava em uma séria discussão com uma mulher quando se aproximou de barreira para pular no lago.

"A checagem não tinha sido finalizada quando Bickings decidiu escalar uma cerca de 1,2 metro e entrar na água", afirmou um comunicado dado pela polícia.

Últimas falas de homem afogado

Segundo o jornal americano The New York Times, foi liberado um vídeo de 12 minutos de tentativas de diálogos entre os policiais e o homem que morreu afogado, antes de pular e logo após também, sendo transcrito para leitura.

"O quão longe você acha que ele consegue nadar?", pergunta um dos policiais. Outro pergunta ao homem qual era o plano dele. Sean teria afirmado duas vezes que iria se afogar. Os policiais dizem que ele não vai e o orientam a segurar nos pilares de uma ponte. 

"Eu não consigo segurar. Meu Deus, por favor, me ajude, me ajude", diz outro trecho da transcrição. 

De acordo com o comunicado, as últimas palavras de Bickings foram "vocês conseguem me escutar?" e, após submergir, o homem não voltou à superfície.

Por fim, as filmagens ainda indicam que a mulher que estava discutindo com o homem, logo após ele ameaçar pular, voltou a “fazer as pazes” com ele, pedindo desesperadamente a ajuda dos policiais antes do rapaz cair e se afogar.

O corpo só foi achado 6 horas depois, após começar a submergir nas águas.