Notícias » Estados Unidos

Policial acusado de matar George Floyd tem fiança estabelecida

Derek Chauvin, que aparece com o joelho sob o pescoço de Floyd, recebeu a informação através de uma audiência virtual

Caio Tortamano Publicado em 08/06/2020, às 16h53

Derek Chauvin no vídeo que mostra a morte de George Floyd
Derek Chauvin no vídeo que mostra a morte de George Floyd - Divulgação

O ex-policial Derek Chauvin, apontado como o principal responsável pela morte do ex-segurança, George Floyd, teve a sua fiança estipulada em 1 milhão e 250 mil dólares (aproximadamente R$ 6 milhões). A informação foi dada ao homem através de uma audiência virtual.

A sentença pode ser menor (um milhão de dólares) se Chauvin cumprir com as condições que impõe esse valor brando. Entre as condições, pode se destacar itens como não trabalhar com segurança de nenhum tipo, entregar todas as armas de fogo a que tiver posse, não deixar o estado de Minnesota e não entrar em contato com a família de Floyd.

O caso

O homem, ao lado de outros dois policiais, foi filmado com o joelho no pescoço de um homem negro rendido no chão. Assim, o ex-policial foi preso por assassinato em terceiro grau, e homicídio culposo em segundo grau. 

George Floyd foi vítima da abordagem truculenta das autoridades, que atendiam uma suposta chamada a respeito do homem ter tentado pagar sua compra com uma nota falsificada. A abordagem violenta da polícia fez com que o homem acabasse morrendo por asfixia.