Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Bizarro

Policial é exonerado por organizar e cobrar por festas de sexo com a esposa

Cobrando R$ 900 por ingresso, o agente aceitava receber outras pessoas em casa para orgias

Redação Publicado em 27/05/2022, às 14h12

O policial junto da esposa - Divulgação / Facebook
O policial junto da esposa - Divulgação / Facebook

Um policial identificado como Nicholas Taylor, 40, foi exonerado da corporação localizada em West Midlands, no Reino Unido, após ser descoberto por colegas de trabalho sobre práticas questionáveis sobre eventos de cunho sexual; de acordo com veículos britânicos, ele organizava orgias com a esposa em sua casa, cobrando 150 libras pelo ingresso (equivalente a R$ 900 na cotação atual).

O militar não restringia os eventos ao anonimato; junto da companheira Eleanor Turner, 28, ele divulgava os eventos e serviços sexuais nas redes sociais, dando ênfase aos atendimentos na região de Tedford, a mesma onde atuava como agente de segurança, o que atraía ainda mais interessados.

Há indícios ainda que a prática estava sendo realizada desde 2020, quando o Reino Unido instaurou um rígido lockdown contra a crise sanitária causada pela pandemia mundial de covid-19. Contudo, as brincadeiras sexuais grupais, que na época eram secretas, tornaram-se públicas após um aumento na lista de interessados, como informou o portal de notícias UOL.

Julgamento

Apesar de não enfrentar uma ofensa criminal, a polícia identificou atividades relacionadas a prostituição, causando seu banimento após 20 anos prestando serviços. Além disso, enfrentará uma audiência que avaliará se a conduta prejudicou a reputação da corporação por violar os padrões de comportamento profissional.