Notícias » Mundo

Político canadense participa de videoconferência através do banheiro

Após a repercussão do episódio, o político Shafqat Ali resolveu comentar a situação

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 11/05/2022, às 14h00

Fotografia meramente ilustrativa de banheiro masculino
Fotografia meramente ilustrativa de banheiro masculino - Divulgação/ Freepik/ evening_tao

O parlamento canadense se viu palco de uma polêmica improvável após uma reunião virtual realizada na última sexta-feira, 6.

Durante a infame videoconferência, o cenário ao redor de um dos legisladores chamou atenção, levando alguns a desconfiarem que ele participava do encontro de um cubículo nos banheiros do prédio do governo. 

Posteriormente, foi determinado que Shafqat Ali, de fato, havia comparecido ao encontro remoto enquanto se encontrava dentro do local pouco lisonjeiro, segundo repercutido pelo The Guardian. 

O celular do político, que transmitira suas imagens, teria estado apoiado em uma borda da parede localizada acima do vaso sanitário. 

O membro do parlamento estava usando o banheiro enquanto participava de uma sessão da Câmara dos Comuns, a catedral da democracia canadense. Não posso acreditar que acabei de dizer essas palavras", afirmouJohn Brassard, o líder da Câmara, durante uma reunião nesta segunda-feira, 11. 

Problemas remotos

Em resposta à controvérsia, Shafqat Ali desculpou-se publicamente pelo comportamento inapropriado. "Levo este assunto extremamente a sério e prometo nunca mais repetir esse erro”, relatou, ainda de acordo com o The Guardian. 

Um detalhe curioso é que essa não é a primeira vez que um deslize do gênero ocorre durante uma reunião realizada de forma remota pelo parlamento do Canadá. Em 2021, por exemplo, um outro político, Will Amos, foi flagrado trocando de roupas, sem se dar conta que sua câmera estava ligada.