Notícias » Rio de Janeiro

Poluição do vulcão de Tonga altera cor do céu no RJ

As partículas da erupção ‘viajaram’ 13 mil quilômetros; entenda

Penélope Coelho Publicado em 28/01/2022, às 10h20

Céu rosado no Rio de Janeiro
Céu rosado no Rio de Janeiro - Divulgação/TV Globo

Ao longo desta semana o Rio de Janeiro amanheceu diferente. No céu era possível observar tons que variavam entre rosa e roxo. De acordo com especialistas, a coloração é consequência de um vulcão, no Tonga.

No último dia 15 de janeiro, o vulcão Hunga Tonga-Hunga Ha'apai, entrou em erupção e desencadeou em um tsunami, que gerou tragédias no país da Oceania. A poluição causada pela fumaça ‘viajou’ pelo Pacífico Sul e chegou ao Rio de Janeiro.

De acordo com informações publicadas nesta sexta-feira, 28, pelo portal de notícias g1, apesar da distância de 13 mil quilômetros, cientistas informam que o fenômeno ainda permanecerá no céu carioca por alguns dias.

Partículas expelidas do vulcão que entrou em erupção acabam gerando a coloração, quando são iluminadas pelo Sol. O evento acontece quando o dia amanhece e também no entardecer, pelo fato de a estrela estar em uma posição baixa.

Segundo revelado na reportagem, especialistas informam que a fumaça do vulcão chegou até a estratosfera e que seus gases podem continuar circulando por meses.