Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Pombo-correio

Pombo-correio atravessa o Atlântico após se perder na Inglaterra e chegar nos EUA

Entenda como o pássaro, conhecido como Bob, viajou mais de seis mil km de distância

Redação Publicado em 04/07/2022, às 11h53

O pombo-correio Bob - Divulgação
O pombo-correio Bob - Divulgação

Um pombo-correio saiu da ilha de Guernsey, no Canal da Mancha, e deveria chegar na cidade de Gateshead, no Reino Unido, mas acabou se perdendo e atravessou o Atlântico, percorrendo milhares de quilômetros e deslocando-se até outro continente.

Em vez de fazer a rota de 644 km até Gateshead, que deveria durar 10 horas, o pássaro foi parar na cidade de Monroeville, no Alabama, nos Estados Unidos, onde foi identificado por uma criança de quatro anos a mais de seis mil km de distância.

A ave acabou sendo levada até o Monroe County Alabama Animal Shelter (Abrigo de Animais do Condado de Monroe Alabama, em tradução livre), onde os dados de seu dono foram obtidos nas anilhas que estavam em suas patas.

Assim, foi possível descobrir que o pombo-correio era conhecido como Bob e pertencia a Alan Todd, que vive no nordeste da Inglaterra, e o havia enviado para fazer a viagem — que deveria ter sido bem mais curta.

Como o pombo viajou tanto?

Para o dono de Bob, a ave, avaliada em 1 mil libras esterlinas, cerca de R$ 6,4 mil, se perdeu ao tomar um rumo errado durante o seu trajeto, pousando em um navio e cruzando o Atlântico.

“Ele [Bob] não teria voado por todo esse caminho, acho que provavelmente pulou em um navio”, disse. “Ele estava coberto de óleo, então pode ter sido um petroleiro”.

Segundo o jornal O Globo, o pássaro está em boas condições após a longa jornada, embora esteja um pouco abaixo do peso ideal, tendo sido avaliado por um veterinário. A expectativa é que Todd busque Bob nos Estados Unidos em breve.